Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Edifício dos Prazeres

Lisboa, Portugal

2014

Pode uma casa ter duas pelo meio?

Quando se intervém num edifício de apartamentos há uma questão que se repete com frequência. Para ter um jardim é necessário abdicar da vista. Por sua vez, para ter vista opta-se pelo último piso ou próximo deste, normalmente longe dos pisos onde está o jardim.
Neste caso, o cliente comprou um prédio para transformar em casa própria e onde pretende incluir dois apartamentos independentes para alugar. A ideia fundadora do projecto partiu do cliente que não queria abdicar de nada. O desafio seria compatibilizar o desenho dos apartamentos simultaneamente com o desejo de ter um jardim e vista na sua habitação.
Deste modo, a solução passou por localizar a área social da casa ao nível térreo, onde está o jardim, e a área privada no último piso, para que possa usufruir da vista. A ligação privada entre estes dois pisos é feita através de elevador, enquanto que as escadas são partilhadas com os ocupantes dos pisos intermédios.

Projecto Edifício dos Prazeres

Localização Lisboa, Portugal

Cliente Privado

Programa Reconstrução de edifício e divisão em 3 apartamentos

Área 645 m2

Fase de projecto actual Final de obra

Data 2014–2016

Autoria Aurora Arquitectos

Equipa de arquitectura Sérgio Antunes, Sofia Reis Couto, Rita Ferreira, Pedro França, Bruno Pereira, Tânia Sousa

Projectos de Especialidades Edifiteca

Fiscalização Gesconsult

Construção MAP Engenharia

Reportagem fotográfica do mal o menos

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.